Popular Post

Posted by : Euphimea quinta-feira, 5 de julho de 2012


- Estou me sentido a rainha do rock! - exclamou Carol colocando as mãos na cintura se contemplando no espelho.
- Só você mesmo Carol. - brincou a Kelly rindo. Ela sempre quis ser a Miku e Leigh acertou na mosca o nosso "Personal Style" Nossas fadas ficaram no apê para não armar confusão.
- Que foi? Eu sou uma diva, não sabia?
- Onde você achou liguinhas de estrelas? - indaguei para ela.
- Naquela estante ali. - falou apontando. Eu fui lá é pra minha sorte vi uma liguinha com um laço branco enorme. Tire o gargantinha e passei no mini elástico da liguinha. Assim consegui esconder meu hematoma com aquele laço enorme.
- Não estamos exageradas para um show que vair ser no ginasio do colégio não? - indagou Linda preocupada.
- Que isso você é "linda" e tem que brilhar. - brincou Carol com o nome dela que riu.
- Adorei o seu aplique de cabelo! - elogiou Aikkaa pra Jê
- Legal, né? Estou parece a Adele.
- Anny. - chamei. - E aí? Agora dá para ver?
- Não, não dá pra ver o seu chupão. - acabou falando alto de mais sem querer e as meninas me olharam boquiaberta deixando-me corada.
- Um chupão de quem? - indagou Tati curiosa.
- Não é bem um chupão. - justifiquei sem graça. - É um hematoma no pescoço.
- Se é no pescoço então é um chupão. - falou Carol. Eu não sabia onde enfiar a cara, pois Leigh olha curioso e com um sorrizinho no rosto.
- Foi o seduto do Dimitry que mordeu ela. - confessou Anny, pois eu demorava muito para responder.
- E ele é um vampiro. - respondeu Jê.
- O quê! - exclamaram as que não sabiam. - Aonde tem um vampiro que eu quero conhecer! - exclamou Tati pulando e me agrarrando pelo braço.
- Lá no colégio. - respondeu Kelly.
- E como ele é? - indagou Aikkaa.
- Não sabemos. - respondeu Anny. - Só a Euphi que o viu.
- Então se só ela viu, como vou saber se é verdade? - indagou Carol jogando o cabelo para trás fazendo um movimento que lembra a Ambre.
- Porque a fada dela disse ué. - respondeu a Jê se esquecendo que elas não podia ver-las.
- Ih, piorou as coisas! - exclamou Carol mexendo no cabelo de novo. - Primeiro vampiro depois fada.  Então Kelly tentou explicar, eu, Jê e Annya confirmamos tudo o que ela dizia e acrecentávamos o que ela não falava.  As meninas nos olharam pensando "são doidas", mas Tati parecia acreditar. Então para provar que realmente um vampiro me mordeu tirei a gargantinha e passei a mão pra arrancar o corretivo. Afastei o cabelo e mostrei.
- Nossa! Que marcão! - exclamou a Aikkaa. - Linda, você é atrevida.
- Eu? - exclamei. - Não está vendo os furos não?  - elas cheram perta para examinar e Carol passou o dedo nas casquinhas. Fiz uma careta de dor e então ela concordou:
- Eu uma mordida legitima!
- Aaaaaahhhhhhh! - novo grito de euforia das meninas.
- Eu adora vampiros! - exclamou a Tati pirando. - Eu quero conhecê-lo.
- Bem... ele pediu para voltar hoje.
- Legal! Eu também quero conhecer! - exclamou Linda apertanto as mãos.
- Euphi já prometou que vai apresentá-lo para gente! - gritou Annya passando a mão sobre os meus ombro e repousando-a do outro lado.
- É... não sei o que ele vai achar...
- Nada disso. - protestou Carol. - Agora vai ter que apresentar .
- Apresenta, apresenta, apresenta! - gritaram em couro.
- Tá bom! - exclamei revirando os olhos.
Fomos para o provador colocar nossas roupas e eu peguei um lenço de  papel da minha bolsa para limpar a mão. Tirei o vestido para não sujá-lo e a bota preta de cano alto até um pouco acima do meu joelho. Só precisaria de uma  meia calça verde-azulada para combinar no a luva.
Assim que saiu do vestiário meu celular toca. Assustei-me, pois quase ninguém liga pra mim. "Será que é o Jade?" - pensei com o coração acelerado. Finalmente o encontrei, depois de passar algum tempo procurado. "A essa altura a pessoa irá desligar". - pensei atendendo sem ver quem era.
- Alô?
- Alô, Euphi-chan? - era a voz de Nathaniel do outro lado. Corei na mesma hora. Como ele tinha o meu número se eu ainda não dei pra ele?
- Sim... diga Nathaniel-senpai. - quando falei o nome dele chamei a atenção das meninas que se aproximaram com as carinhas de curiosas e maliciosas.
- Desculpe, por pegar o seu número na sua ficha, mas é algo importante. - disse com a voz tremula. Deveria está envergonhado.
- Não tem problema. Fale. - eu com a minha impaciência de falar no telefone. E com isso o deixo mais nervoso ainda.
- Eu precisava falar com urgência Euphi. Não briga comigo.
- Brigar? Eu? - as meninas arregaláram os olhos. - Não meu querido, não estou não. - falei fazendo uma vozinha fofa. - É que eu estou fazendo compras no shopping. Você pode falar.
- Hum... achei que estava bringando comigo. - disse aliviado. - Estou ligando para que você avise para o máximo número de pessoas que o show, não vai mais ser no ginásio do colégio.
- A não? E vai ser aonde? - indaguei já pegando papel e caneta que estavam em cima do balcão.
- Pode anotar, por favor?
- Sim, pode dizer. - ele disse aonde era a casa de show e completou: - Como eu irei tocar, meu pai quer assistir... e se gostar irá patrocinar a gente.
- Nossa! É mesmo? Que coisa boa. - disse com a voz alegre.
- Era só isso Euphi-chan. Preciso ligar para mais pessoas. Um beijo.
- Outro.
- Tchau.
- Tchau. - então falei com as meninas que vibraram.
- Esse pai do Nathaniel-kun é um máximo! - exclamou Aikka admirada. Concordamos com ela e pagamos a nossas roupas antes de sair Carol perguntou:
- Leigh você tem namorada?
- Sim... mas brigamos... por quê? - respondeu sem jeito.
- Ah é? Porque você é muito bonito para não dar o valor que merece. - ele corou e forçou um sorriso.
- Carol! - exclamamos indignadas.
- Que foi gente! Eu falo a verdade mesmo! - respondeu passando os dedos no cabelo e saindo da loja. Nos despedimos e fomos para um salão logo em frente. Cada uma pinto a unha de uma cor forte, cortamos cabelo, fizemos escova, menos Carol, pois ela ama os cachos dela. E assim estávamos quase prontas para o show.
Que aconteceria as 19hrs no local indicado por Nathaniel.Estava lotado e havia uma fila enorme para entrar.  Então ficamos lá esperando. Tinha gente que não era do colégio. A Jê ficava se sacudindo agoniada chacoalhando a pernas.
- Que foi? Tem formiga aí? - brinquei com ela.
- Não amiga. Eu quero ver o Castiel tocar a guitarra dele!
- Ôh, exagerada!
Então Nicholas passou por nós com o braço engessado e eu o parei perguntando se ele estava bem:
- Olá meninas! - exclamou surpreso. - Estou bem obrigado. O que vocês estão fazendo aí na fila?
- Ué estamos esperando para entrar. - respondi obviamente.
- Mas vocês estão com convites e não ingressos.
- O quê! - exclamamos boquiabertas. - Bem que eu achei os nossos diferentes da menina aí da frente. - confessei.
- Venham. - chamou ele e fomos correndo o seguindo. Que bom! Não precisamos entrar na fila! Assim que chegamos havia cadeiras reservadas. Nicholas mostrou nossos lugar e ficamos surpresas mais ainda, pois era na "boca" do palco! As meninas ficaram eufóricas comemorando que iriam ver eles de perto! Eu também não estava acreditando.
Então quando deu 19hrs em ponto a porta se abriu o povo foi entrando fazendo barulho e se acomodando. O lugar era enorme, digno de um profissional e tivemos nossa mesa e direito até garçons.
- Somos VIPS! - exclamou Linda emocionada.
- Minha filha eu sempre fui VIP e esse lugar já estava reservado para mim. - disse Carol com seu jeito de Stella. Esperamos ansiosas o show começa. Então Ambre e sua quadrilha apareceu e sentou no lugar reservado, mas longe de nós. Com ela um homem alto, loiro de olhos verdes com a parecia de 50 anos, vestindo um smoking preto e uma gravata longa cinza, super fino. Então eu suponho que seja o pai deles ao lado uma mulher loira com um vestido longo verde escuro de olhos mel e cabelos presos em um coque tinha o braço dado a ele. Então aquela deveria ser a mãe dele. Ambos eram muitos bonitos e elegantes.
Assim que eles se acomodaram as luzes apagaram. O pessoal gritou eufórico. Minha nossa! Meu coração iria sair pela boca. A Jê queria comer as unhas, mas as luvas impediam.
Então as luzes do palco acendeu, holofotes coloridos. Ficamos nervosas e ansiosas para começar.
A cortina vermelha se levantou e vimos os instrumentos. Começamos a gritar eufóricas junto com a galera. Não vi as fadas de ninguém. Chantilly disse que elas não gostam de barulho.
- Aaaaahhhh! - gritou a Jê no meu ouvido! - Olha a guitarra do Castiel! Está tão perto! Eu vou morrer!
Então alguém falou no auto falante. Acho que era a voz do Nick:
- Bom noite senhoras e senhores! Primeiro quero agradecer a vocês por terem vindo prestigiar nosso trabalho! Muito obrigado! Depois parabenizar a Viollete que confeccionou as roupas e fez a maquiagem e a Kim que as escolheu como um figurino especial pra cada um.   É com muito prazer que eu tenho a honra de apresentar para vocês a bandaaaaaaaa..... LANCE! - foi uma gritaria.
Eles entraram e estavam lindos! Castiel estava todo de preto, regata, sobretudo, luva e o cabelo preso. Lysandre com uma blusa que eu não consigo definir o que era, mas dava para ver o seu tanquinho, calça preta e um monte de acessório com o seu lenço verde da sorte jogado no pescoço. Nathaniel estava mais simples, a blusa regata preta, uma calça larga cinza grafite. Mas todos com uma bota parecia do exército. Eliéser e Andrew estavam assim:      



   






Então Nathaniel começou a tocar We will rock you. Pronto o pessoal ficou e em pé e fizeram igual ao ensaio. Eles estão tão "gostosos" que até me senti também atraída pelo metido do Ly. Se a Anny ler meus pensamentos ela me mata!




Quando a música tinha teclado, Eliéser deixava o baixo e o tocava. O repertório segue videos abaixo:


Castiel largou a guitarra e pegou um violão para tocar a próxima.
Lysandre fazia a voz do Chester Bennington e Castiel do Mike Shinoda.
Se a voz na música exigia aguda era Ly quem cantava  a mais grave era Castiel. 
Essa música foi cantada por Castiel e a voz dele era um grave rouca muito linda!
 Nem sabia que ele cantava!
Então eles largaram os instrumentos e saíram. A gente pensou que tinha acabado. Ué e a musica dos Guns? Ficamos esperando e nada. Logo eles voltaram vestidos de soltados! Meu Deus! Eu pensei que iria morrer! Eles estavam tudo de bom! Caramba! Castiel soltou o cabelo e ele estava a cara do Axl! Então eles tocaram Bloody Sunday do U2. (Domingo Sangrento -em gaélico: Domhnach na Fola, "Bloody Sunday" em Inglês- é o termo utilizado para descrever um massacre em Derry, Irlanda do Norte, no qual foram mortos 14 manifestantes e 26 ficaram feridos, ocorrido no dia 30 de janeiro de 1972, quando o 1° Batalhão do Regimento de Paraquedistas do exército britânico dissolveu uma manifestação pacífica a favor dos direitos civis e contra o governo da Irlanda do Norte).


OBS: Fiz esse vídeo com muito carinho. Não usei a banda original por causa dos direitos autorais e também porque eu disse que Lysandre não faz a voz falsete do Axl. Imaginem o show como seria!
AVISO IMPORTANTE: SE ASSISTIREM EM TELA CHEIA NÃO ME RESPONSABILIZO POR DESMAIOS, ROUQUIDÃO OU MORTE SÚBITA!!    
video


SE VOCÊ SOBREVIVEU ATÉ AQUI, ENTÃO RESPIRE FUNDO, POIS AS FOTOS DO SHOW SE ENCONTRA NAS GALERIAS!!


Tudo para o divertimento de vocês.





{ 6 comentários... read them below or Comment }

  1. OMG, esse video do final é maravilhoso, esses meninos querem matar a gente, eu adoreii o ep o/ e eu não acredito que eles cantaram todas as musicas que eu amo de paixão *0*

    ResponderExcluir
  2. Demais e eu sou direta em!?kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ué, tú tem a personalidade da stella!

      Excluir
  3. Castiel Liindo , na ultima foto do video.. OOOH MY GOOD =)

    ResponderExcluir
  4. uaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaau fik muito bom, essa postagem deveria bombar!

    ResponderExcluir

Por favor não me cobrem quando irei postar.
E por favor respeitem as opiniões e não comentem coisas que podem ser construtivas, pois elas soam como critica.
Obs: Essa ideia é protegida pela lei 9610 de 19/02/1998, qualquer cópia ou rescrição da mesma como plágio, repete a punição conforme consta em lei.
Ou seja, eu sou a criadora, eu sou a única dona.

- Copyright © Amour Glacé - Date A Live - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -