Popular Post

Posted by : Euphimea segunda-feira, 13 de agosto de 2012


Sou uma péssima namorada! Esqueci seu aniver que foi ontem! Mas ele me perdoou. U.U Eu também te amo Cast!

Imagem editada por Blayze (perdão querida)
Aquele abraço foi muito bom e eu senti seu coração pulsar nas minhas costas. Passei no apartamente tomei banho e fui para o colégio. Aquele dia era 12 de agosto, para mim um dia como outro qualquer, mas...
- O que você vai me dar de presente?
Estranhei a atitude dele então rapídamente sorri disfarçando, era aniversário de Castiel. Nossa quase que eu me esqueço.
- Vai ser surpresa. - respondi sorrindo.
- Hum... surpresa... espero que seja uma surpresa boa!
- É claro! Por que é o seu aniversário!
Ele sorriu feliz por eu "ter lembrado." Ainda bem que me deu uma indireta. Ando tão ocupada no meu mundo que esqueci completamente.
Cheguei na sala de aula e encontrei a Jenna. Fiquei com medo dela não falar comigo, mas me cumprimentou numa boa. Realmente ela é uma menina gentil. Depois das aulas fomos fazer as esportivas. A maioria dos meninos escolheram a de esgrima e a maioria das meninas de arco e flecha. Armin escolheu de arco e flecha e digamos que é o único menino da classe. Seus amigos ficaram lhe zuando de mulherzinha mas ele respondeu:
- Que nada! Bobos são vocês que estão aí com bando de machos! Eu sou o bentido fruto entre as mulheres.
Colocamos nossas roupas que os professores emprestaram. A aula de esgriima seria no ginásio e do arco no pátio. Os alvos já estavam lá. Enquanto o professor Allan explicava eu divagava em pensamentos. O que eu vou fazer para o aniversário de Castiel? Então tive uma brilhante ideia de fazer uma festa surpresa para ele.
- Euphi-kun? - chamou-me o professor.
- Sim... sensei?
- Não está prestanto atenção. - disse se aproximando e  se colocando atrás de mim.
- Desculpe sensei! - desesperei e curvei-me, depois voltei com o arco posicionado.
- Estique esse cotovelo. - sussurrou em meu ouvido tocando de leve nele. - Puxe mais a corda. - e segurou na minha mão fazendo-me puxar mais a corda para perto da minha orelha.
Castiel passou pelo pátio andando com as pernas abertas por causa da roupa de esgrima, ele iria comprar uma garrafa de água e ao ver aquela cena ficou mordido de ciumes.
- Pode soltar. - continuou sussurrando fazendo meu corpo extremesser. Soltei e a flecha acertou perto da bola vermelha. Professor bateu palmas e disse: - Da próxima vez você acerta!
Desviei minha atenção dele para o rosto de Castiel que tomava água e me encarava enfurecido. Continuei praticando enquanto o professor foi atender os outros alunos.
Depois das aulas fui falar com as meninas que ficaram animadas em dar uma festa surpresa para Castiel. Cada uma ficou responsável por alguma coisa. Jenna queria levar o bolo de qualquer maneira e eu deixei, afinal ela é a ex dele, Nina iria atrás das velinhas e talves ajudaria a irmã. Anny queria comprar bebidas, mas eu disse que os rapazes ficariam encarregados disso, então ela iria compras os salgados e cachorro-quente, Linda os doces e brigadeiros, Carol e Tati iriam fazer as faixas, Aikka ficaria com os balões e as fitas de cetim, Kelly com os guardanapos e os chapeuzinhos. Corri para falar com os meninos, Armin e Alex iriam comprar as bebidas, Charlie iria comprar apitos para fazer bastante barulho quando ele chegar e  responsável com a música. Só faltava falar com o Duque Ly quando Nathaniel me pegou pelo braço encostando-me na parede da escola com força. Respirou fundo tentando se acalmar e me beijou.
- Volta pra mim. - pediu surrurrando encostado a cabeça na minha.
- Não posso. Meu coração nunca lhe pertenceu.
- Mas... eu preciso de você...
- Olha... hoje é o aniversario de Castiel e eu estou muito ocupada.
Ele ficou surpreso. Não sabia disso e se afastou um pouco pensativo:
- Posso ajudar com alguma coisa?
- Bom... não sei se ele vai gostar de você ir.
- Não gosto de inimizades... isso faz mal a minha imagem. - sempre se preocupando ser popular.
- Você pode checar as coisas para a festa surpresa... com uma lista... já que é bem organizado e trabalha com papeis.
- Tudo bem... se isso lhe fizer feliz. - disse saindo e se virou erguendo as sobrancelhas e dado um leve sorriso no rosto. Fiquei surpresa... sempre fingindo está tudo bem. O que eu ia fazer mesmo? Ah! Falar com o Duque Ly.
Ele e Castiel estavam na sala de teatro embaixo da escada treinando como sempre. Para minha felicidade, Andrew, Eliéser, Nicholas e Drake que assistia, se encontravam lá. Cheguei perto de Drake para não atrapalhar a banda. E novamente Castiel tocando com os braços de fora, fez-me sentir uma friozinho na barriga.
- Ei! Drake! - exclamei ao mesmo tempo que sussurrava. Ele se surpreendeu e veio falar comigo. Castiel ficou me encarando curioso para saber o que eu queria com Drake. Parou na minha frente com o seu jeito sério e disse:
- Diga.
- Hoje é o aniversário de Castiel. - ele enrrugou a testa para cima, acho que ele esqueceu também. - Vou fazer uma festa surpresa. O pessoal já estão preparando as coisas.
- E onde vai ser?
- Na própria casa de Castiel. Só preciso que vocês o distraiam o máximo que puder e não deixem ele saber, ok?
- Ok. Tá de boa.
- Beleza então. Avisa os outros meninos pra mim, por favor.
- Pode deixar. Mas alguma coisa? Precisa de algo para a festa?
- Não, não. Já estamos organizando tudo. Só quero que vocês o segurem um pouco e não deixam ele descofiar.
- Já entendi Euphi. - disse um pouco aborrecido, pois eu não estava confiando. Sai da sala ouvindo Castiel perguntar:
- Ei, Drake! O que a minha namorada queria contigo?
Não ouvi Drake responder. Acho que ele deve ter dado de ombros. Eu presiva avisar o Leigh e é claro comprar uma roupa nova. Fui na loja dele e quem eu vejo, Rosalya discutindo com ele. Este mantinha a calma e logo ela saiu apressada e chorando. Eu fiquei com pena, não é fácil perder um namorado para alguém. Ele estava chateado e eu entrei na loja o cumprimentando:
- Oi Leigh. Precisa de ajuda? - ele virou surpreso ao ouvir minha voz e disse:
- Não... obrigado Euphi. Você viu tudo não?
- Hum... mais ou menos.
- Acabamos de terminar.
- Poxa, que triste. - e o confortei esfregando minha mão nas suas costas. Ele não estava triste, mas abalado. Então como um bom profissional disse:
- O que deseja Euphi-kun?
- Ah! Sim! Já ia me esquecendo, hoje é aniver de Castiel.
- É mesmo? Lysandre deve ter esquecido de me avisar. É por isso que...
- Que o quê?
- Nada não... deixa pra lá. E ai? Veio comprar uma roupa?
- É... também lhe avisar que vamos fazer uma festa surpresa na casa dele.
- Ôh... legal. Precisa de alguma coisa?
- Não, obrigada. Queria comprar uma roupa nova para o aniver dele.
- Hum... como é algo especial eu farei a roupa. Não vou lhe dar nada pronto. Quando é a festa?
- Bem... de noite, até o pessoal preparar tudo. - é mesmo eu não marquei a hora, estava tão esbaforrida que me esqueci. Tratei de mandar mensagem para todo mundo, perguntando se até as 8hrs tudo ficaria pronto. Eles me responderam sem problemas. Então Leigh pegou um tecido liso e preto para fazer um vestido para mim. Se era para agradar Castiel tinha que ser preto.
Ele pegou o tecido e começou a enrolar no meu corpo  e se tornou um vestido comprido. Ele colocou a mão no queixo analisando, com alfinetes que estavam em suas almofadas-pulseiras marcou e disse:
- Tire-o. - e eu entrei no provador para tirá-lo sem tirar os alfinetes. Entreguei-o e Leigh esticou-o em cima de uma mesa enorme retangular. Pegou uma tesoura e começou a cortar. Fiquei sentada observando seu  jeito de criar uma roupa. Ele parava, analisava e passava a tesoura sempre marcando com alfinetes. Agora entendi o porquê a Jenna ficou encantada com ele quando o conheceu. O menino era sexy. Era muito sexy com aquele cabelo preto repicado todo estiloso, completamente diferente do espalhafatoso do irmão. Mas não deixava de ser tão mosca morta quanto ele. Leigh tinha 1,80m e seu jeito de andar fazia me lembra aqueles nobres da idade média. Lysandre tentava imitar, mas não era igual o irmão. Será que era por causa do cabelo preto? Observando-o mais um pouco, quase em uma hipnóse vi o que era. Suas costas eram curvadas para trás, fazendo estufar o peito. Era mais magro que Ly, por isso ficava tão elegante. E seu jeito de contornar a mesa para cortar o tecido, parecia dançar.
- Está quase pronto, Euphi-kun. - disse olhando para trás e eu corei surpresa, fui pega no flagra. - O que foi? - quis saber e eu disfarcei:
- Nada não. Que bom que está quase pronto.
- Ah... sim. Então você esperimenta e depois me devolve para costurá-lo.
- Certo.
Ele trabalhou a tarde toda naquele vestido enquanto eu enchia meus olhos com a sua beleza. Seus olhos eram tão negros quanto o cabelo, o deixando com um ar de sério e maduro. Eram pequenos e puxados, os de Lysandre eram maiores se destacando em seu rosto pequeno e nariz grande.
- Pronto terminei. - ele ergueu o vestido. Era lindo com uma fita vermelha passando nas costas e alças finas.
Fui no provador experimentar e tomando todo cuido para os alfinetes não sairem e nem me furarem. Sai do provador e Leigh estava satisfeito. Só deu alguns retoques tirando o alfinete e recolocando para marca onde ele deveria costurar. Era tão estranho vê-lo ajoelhado arrumando o vestido.
Então Jenna apareceu me avisando que tudo estava pronto e ainda eram 6hrs da tarde. Quando ele ouviu sua voz ficou completamente abobalhado e fora de si.
- Je-jenna! Você por aqui? - indagou a um manequim com um vestido rosa e passou a tesoura em uma alça.
- Leigh! - exclamei para ele prestar mais atenção.
- Aguenta um pouco Euphi... Jenna você quer alguma coisa? Uma água, um chá ou um café?
Ela se aproximou, pois ele olhava para o outro lado metando a tesoura na outra alça do vestido.
- Aaahhh!! - gritei segurando-o nos seios antes que caisse.
- Está tudo bem, Leigh? - indagou Jenna gentilmente e  preocupada.
- Está. - ele corou respondeu para sua própria imagem no espelho. Meu Deus como ele fica desnorteado.! Virou-se sem olhar pra mim e meteu a tesoura cortando uma mecha enorme do meu cabelo.
- Jenna! Vai embora! Se não o Leigh vai me cortar toda! - ela sem graça correu saindo enquanto eu me escondia no provador. Meu cabelo! Ele cortou meu cabelo! Eu queria chorar, pois deixei meu cabelo crescer para me esconder das pessoas. E Leigh havia cortado na parte de trás, não tinha mais jeito de concertar. Teria que usar ele curto. Passei a mão no buraco que ficou enquanto sentada num banquinho chorava com uma das mãos no rosto, pois com a outra eu segurava o vestido.
- Euphi? Onde você está? - indagou me procurando e encontrou-me ao ouvir meu choro. - Euphi... - ficou envergonhado por ter tirado um pedaço do meu cabelo. - Desculpe. Olha... você não precisa me pagar pelo vestido está bem? - tentou me confortar se ajoelhado do meu lado e sentando nos calcanhares. - Euphi... - chamou de novo com a mão nos meus joelhos. Eu não dei ouvidos e continuei chorando.
Senti ele saindo e depois voltando parando atrás de mim dizendo: - Vou arrumar isso, mas você tem que levantar a cabeça.
Levantei o vendo no reflexo do espelho, seu rosto era de dor e vergonha pelo que fez. Em uma mão tinha um pente e na outra a tesoura. Ele iria cortar o meu cabelo. Meu coração ficou abertado e senti-me nervosa, pois não tinha mais jeito, ficaria curto. Leigh começou a cortar e cada mecha que caia, uma lágrima escorria  junto em meu rosto. Da mesma forma que ele era habilidoso na roupa era com o cabelo. Até que ficou legal, mas me deixou ainda mais com cara de criança.
- Você deveria ser cabelereiro também. - comentei quase com um sorriso.
- Você me perdoa, Euphi?
- Claro... eu sei que não foi de propósito. Eu sei que você está gostando da Jenna. - ele corou na mesma hora sem graça.
- E-euphi...
- Foi seu irmão quem disse. - Leigh não sabia onde se esconder, tão bonitinha a cara que ele fez. Acabou arrancando um sorriso meu. - Pronto... acabei.  Olhei no espelho e lá estava eu com o cabelo curto. O pessoal irá tomar um susto. - Vem... vamos ajeitar esse vestido. - disse me chamando estendendo a mão. A segurei com a livre e levantei-me, Leigh terminou de cortar as alças.
- Ei! - reclamei segurando o vestido com mais força.
- Calma Euphi... achei melhor ele ser um tomara que caia. - e foi para trás de mim apertando o tecido nas minhas costas: - Se frizar aqui, vai ficar lindo. Depois de colocar os alfinetes pediu para eu tirá-lo, pois agora ele iria costurar. Obedeci e entrei no provador de novo, tomei um susto ao ver a minha imagem. Iria demorar me acostumar com o meu novo look. Tirei o vestido, coloquei minha roupa e entreguei para Leigh costurar. Era estanho um homem sentado em uma máquina de costurar.  Lá estava ele, frisando, fazendo bainha, costurando e terminando a sua obra prima. Eu passei a mão no cabelo, agora a cabeça ficara mais leve e ventilava a nuca.
Mais uma hora e ele terminou entregando-me o vestido para provar. Mais uma vez fiz a prova e ficou lindo. Sair para o Leigh ver como ficou e este sorriu satisfeito:
Calma ai que eu preciso tirar uma foto para guardar de lembraça, pois nunca mais farei um outro igual. - disse indo até a parte de escritório abriu a gaveta e pegou uma máquina. Colocou um chapéuzinho vermelho na minha cabeça.
- Mas por quê?
- Minhas peças são únicas e mesmo que alguém queira um vestido igual ou de outra cor ele ficará diferente. Pode girar pra mim?
Obedeci olhando para ele com o meu rodopio e tirou a foto.

- Euphi! Você parece uma bonequinha! Que lindinha! - exclamou todo contente e me mostrou a foto na sua câmera digital.
- É mesmo, está lindo!
- Agora com um sapatinho de lolita... - saiu e pegou um sapato preto na vitrine. - Acho que isso aqui é seu número. - Eu virei o sapato e era exatamente o meu número. Como o Leigh era bom para essas coisas. - Você vai ser o maior estilista do mundo! Melhor que o Kenzo! Bem... o Kenzo é perfumista e agora está fazendo roupas... náh! Você vai ser melhor que o maior estilista de todos os tempos!
Leigh corou e ficou completamente sem graça:
- Para Euphi... assim você me deixa sem jeito.
- É claro que sim! Você consegue fazer desde coisas espalhafatosas como as roupas de Ly como esse vestido bonitinho aqui! - estava adorando vê-lo corado.
- Para Euphi... - implorou.
- Ok, eu paro.  E aí vai na festa?
- Vou dar uma passada lá, não posso deixar minha loja fechada por muito tempo, pois eu perco lucro.
- Ah, sim! Lucro é bom. E o carro?
- Mês que vêm posso compra! - exclamou todo animado. - Pelo menos a primeira prestação! 
- Que bom. - sorri. - Fico feliz por você.
Seu rosto todo ficou vermelho, agora ele não sabia onde enfiá-lo. Fui no provador tira o vestido e dobreio com maior cuidado e carinho. Tirei os sapatos calçando meu tênis e sai do provador. Leigh já tinha uma sacola de papelão na mão com seu nome em letras lilas. Sai feliz e satisfeita, também por causa do incidente minha roupa foi 0800! Quando saio da loja dou de cara com a Jenna.
- Jenna! Você ainda por aqui?
- E-euphi? O que aconteceu com o seu cabelo? - indagou assustada. 
- Bem... foi um acidente e Leigh arrumou pra mim. E você me esperou até agora?
- Sim... vamos para a casa de Castiel a festa vai começar logo, logo.
- Tá bom então.
Fomos para a sua casa. Quem abriu a porta foi a faxineira toda feliz por a gente ser tão carinhoso com Castiel. Ela o tinha como um neto praticamente. Nana tinha feito sushi também para comermos na festa. Quando o pessoal me viu foi um tal de : "Euphi! Você cortou o cabelo?" A musica já estava rolando. Logo Nicholas ligou no meu celular dizendo apavorado:
- Euphi-kun a festa está pronta? Porque não dá mais para segurar o Castiel não. Ele disse que se a gente não deixar ele ir embora vai nos enxer de pancada. 
- Podem sim. - respondi.
- Ah! Que bom! - ficou aliviado. - Então estamos soltando ele e o levando, ok?
- Sim. - concordei desligando o telefone. - Pessoal vamos nos aprontar, pois o Castiel está vindo!
Todo mundo levou um susto e saíram correndo para desligar o som e se esconder.  Fui no banheiro mudar de roupa e me maquiar um pouquinho. Logo ouço passos e alguém tocando campainha. Só ouvi a voz de Castiel:
- Não sei o que vocês estão aprontando. Se eu não gostar dou um murro em cada um. Virem na minha casa para pegar alguns Cd´s todos ao mesmo tempo?
Nana correu para abrir a porta e estava tudo escuro. De repente todo mundo apareceu apitando e gritando:
- SURPRESA! FELIZ ANIVERSÁRIO CASTIEL-KUN!
Ele ficou corado sem jeito e emocionado. Saiu apertando a mão e abraçando todo mundo, claro que com as meninas foi só o abraço e de leve. Nathaniel foi abraçá-lo e ele simplesmente o ignorou deixando-o no vácuo causando um clima chato. Eu estava perto da escada ouvindo ele falar:
- Cadê a minha namorada? -Todo mundo apontou pra mim e ele se virou. Levou um susto e não me reconheceu. - Eu-euphi? É você? O que você fez com o seu cabelo?
- Er... tentei mudar um pouco o visual... já que hoje é seu aniversário. - eu estava completamente embaraçada. Pela sua cara vi que não gostou, mas mesmo assim disse:
- Tá... tá maneiro! Bem diferente. 
Abaixei a cabeça e ele foi cumprimentar a Jenna que deu uma abraço nele prolongado. Ele sussurrou no ouvido dela pedindo desculpas e ela disse que estava tudo bem. A capacidade dela de se doar a outras pessoas era incrível. Charlie ligou o som de novo e nós fomos curtir a festa. Castiel me chamou num canto indagando:
- Essa ideia foi sua, não foi?
- Sim... foi! Fico feliz de ter gostado.
- Claro! Eu adorei! Mas...
- Não gostou de meu cabelo? 
- É... não. Agora você não é mais a minha Tarja (para quem não sabe é a ex vocalista do Nightwish) Já lhe disse para ser quem você é e não mudar por minha causa.
- Na verdade foi um acidente. 
- Acidente? Com o seu cabelo? Alguém grudou chiclete nele?
- Não, não! Longe disso! Foi o Leigh. 
- Hã? Leigh?
- É... fui comprar esse vestido novo e ele cortou meu cabelo sem querer. 
- Euphi... essa história está mal contada. Eu conheço o Leigh, é irmão do meu melhor amigo e sei que jamais ele faria algo desse tipo. 
- Bem... é porque a Jenna entrou na loja. 
Castiel deu uma gargalha que me aborreceu um pouco, pois eu ainda estava chateada com o meu cabelo curto. Guando ele me viu sem graça calou-se e pegou na minha nuca fazendo-me olhá-lo nos olhos:
- Não fica assim Euphi... cabelo cresce. Você ainda é minha gatinha. - corei e dei um sorriso de lábios fechados e ele deu-me um selinho. - Agora vamos pra fara! Ôh! Bebidas! 
Eu fiquei de cara, não tinha reparado que tinha garrafas de cerveja na mesa e fui dar bronca em Alex que já entornava uma:
- Somos menores de idade, sabia? Como vocês conseguiram comprá-las? 
- Ah... isso foi fácil! Pedimos para o Leigh antes de você aparecer na loja. Ele comprou pra nós! Se a senhorita não sabe, ele é dois anos mais velho que o Ly. 
Eu realmente não gostava daquilo, era errado e quando me viro lá estava Castiel entornando uma garrafa também. Foi conversar com sua banda dando um tabefe nas costas de cada um por tê-lo enganado. 
A festa tocou de tudo, menos é claro Axe, Forró, Funk e Sertanejo, coisas que Castiel detesta. Ele foi até o quarto pegar seus Cd´s de rock e começou aquela barulheira. Alex já um pouco alterado já estava no jardim rolando com Lupie no chão enquanto Dragon ficou preso e Castiel também, já ria alto. 
Os meninos começaram a jogar RPG e ele é claro não perdeu a chance de zoar com o Nathaniel. Depois Alex se levantou e foi jogar também. 

  Charlie ficou sem graça com o que Castiel fazia. E ele continuou bebendo e perturbando os outros. Alex apenas ria, mas se concentrava no jogo. Eu fiquei com as meninas conversando sobre vários assuntos e me incomodando muito com ele. Então Leigh apareceu e Castiel se levantou para falar com ele, já cambaleando. Ele ficou um pouco sem graça por ter comprado aquela bebida. Castiel o envolveu com o braço no pescoço quase o esmagando:
- Você veio Leigh meu velho! Caralho... vem tomar uma!
- Como você está? Feliz Aniversário!
- Muito bem! Ah! Porra! Por que tu cortou o cabelo da minha namorada? 
- Foi um acidente... desculpe. Já vi que não gostou.
- Não gostei mesmo! Vou mandar você colar o cabelo dela. - e tomou mais um gole de cerveja.
- Castiel... você está bebendo demais.
- Ah! Que saco! Você também! Hoje é meu aniversário! Então para de me encher!
Cambaleu caído no sofá e pegou no sono de repente. Ixi! Nem tínhamos cantando parabéns ainda. Ly foi acordá-lo: 
- Que é! Me deixa!
- Vem cantar parabéns cara! Depois você dorme!
- Ah! É verdade! Vamos cantar parabéns pra mim! Cadê a minha namorada? 
- Está ali já na mesa. - respondeu Ly dando a mão para ele se levantar. Castiel foi com o braço envolta do pescoço dele. 
- Cara! Tu é minha namorada agora! Tem que ficar perto de mim! -gritou comigo me assustando um pouco e soltando de Ly cambaleando para o lado.
- Desculpe Castiel... você está um pouco alto.
- Alto é o cacete! Eu quero mostrar para aquele babaca ali que você é minha agora. - e agarrou meu rosto com força me beijando na frente de todo mundo. Fiquei muito sem graça e corada. Virei para a Anny e disse: - Pede para o Ly suspender a cerveja. Esconde em algum lugar ou o Leigh leve embora.
Então antes de começar o parabéns alguém tocou a campainha deixando o dedo lá fazendo um barrulho ensurdecedor. Nana foi abri a porta e advinha quem era? As Trix e Ambre furiosa por não ter sido convidada: 
- Olha só! Dão uma festa e não me convidam. Eu que conheço Castiel há anos! - Ele ao vê-la não gostou muito.  
- Iiiih! O flamingo escandaloso chegou! A irmã do Babaquiel! 
O pessoal caiu na risada e eu não consegui conter o meu riso. Nathaniel ficou muito sem graça e não sabia onde enfiar a sua cara. Tentou disfarça e abaixou a cabeça. Eu fiquei com pena. 
- Ôh, meu amor! Não fala assim comigo. - disse ela se aproximando dele.
- Meu amor? - debochou e passou o braço em volta do meu pescoço, ainda tinha uma garrafa na mão. - Eu sou o amor dessa aqui. Eu quero passar o resto dos meus dias com ela. Porque ela me faz feliz, entendeu?  Então saia daqui!   
- Castiel... - ela quase chora e olha para todo mundo que desaprovava aquela cena. Ergue a cabeça e diz: - Tudo bem... eu saio. Também lhe perdoo porque você está bêbado. Vamos meninas.
Ela me encarou com um olhar dizendo: Você me paga! Eu ainda vou me vingar de você. 
- Vai, vai, mesmo! - exclamou e depois que ela saiu ele disse: - Garota chata! 
Logo voltou para o meu lado para o parabéns. Até ai tudo bem. Depois ele saiu e deitou no sofá pegando no sono rapidamente. Eu senti vergonha, mas fazer o quê... ele dormir.
- Ok, pessoal a festa acabou! - comentou Nicholas virando para todo mundo. 
De repente o povo foi embora. Alex foi abraçado a Armin para não cair. Nathaniel se aproximou de mim me dando um beijo no rosto, ou melhor, no canto da boca e sussurrou no meu ouvido:
- Se tivesse ficado comigo não teria passado por esse vexame. 
E saiu dali. Pedi para a Nana ficar com ele naquela noite e esta disse:
- Nana não pode. Tem netos para cuidar. 
Então eu teria que ficar ali mais um dia, porém estava tão cansada. Foi quando Andrew chegou e disse:
- Eu e Nicholas ficaremos com ele. Não se preocupe.
- Que bom. Obrigada.
- Vai para a sua casa. Quer que alguém lhe leve? 
- Não precisa. 
- Eu insisto está tarde. 
- Então tá bom. 
- Ei! Eliéser! Vem levar as meninas para o apê delas.
Ele bufou mais foi como um cavaleiro. Nina já havia discutido com ele várias vezes e também já bateu nele tantas outras, tudo porque ele não se declarava. Era um rapaz sério e estava ferido por conta do último namoro. Caminhando ao lado dela apenas se pendurando em seu braço e ele que mais parecia uma geladeira ambulante. Eu não podia fazer nada e Jenna queria vê-los juntos. Entramos deixando os dois a sós, mas ficamos espiando:
- Escuta aqui garoto! Ninguém me coloca em banho maria não! - e deu um tapa nele. Este como estava acostumado endureceu o braço para não sentir.
- Você reclama demais. 
- Claro! Não se decide! Fica aí igual a um idiota todo caladão. - ele se zangou de verdade e agarrando o rosto dela deu-lhe um beijo. Ah! Até que enfim! Depois de dois meses, nem sei como a Nina não desistiu dele. 
- Eu gosto de você idiota. - provocou. Ela ficou séria e disse:
- Nunca mais me chama assim. Só eu que posso chamá-lo! Ou vai ganhar um chute no traseiro! 
- Então tchau. - disse se virando.
- Ei! Só isso?
Ele a agarra na cintura com força e lhe deu um beijo de desentupidor de pia. Comemoramos e ela fechou o punho pra gente que paramos na hora, se não iriamos apanhar.

(Gente me desculpe. Poderia escreve mais coisa e melhor, mas estou sem saco para isso. Desculpem mesmo.)
 Video para Nathaniel, aquele insistente:
Na hora de dormir ele disse: Você me enganou disse para aparecer no jogo e iria me dar uma chance.
Então me roubou um beijo.
Na verdade foi o seguinte 4 dias sem encontrá-lo no ep. 6, mesmo com o anel dele, e eu disse: Nathanielôô se vc aparecer no jogo eu lhe dou uma chance. (dá minha mente é claro!U.U)
Então ele aparece! \o/ (Tolinho!¬¬) Não deixo Castiel por nada desse mundo! Agora o Duque Ly está se apaixonando por mim! U.U Estou com 46 nele!
         Castiel me pedindo em namoro! \o/ Pena que não tem resposta! T.T Eu mato a ChinoMiko!
Então eu inventei uma!

(É isso mesmo estou com 100% sou demais!)


- Eu não esperava essa resposta... falei de brincadeira.  
 Tô Feliz! Até dançando!

YES! YES! YES! Vem nenê para a sua mamãe!

Também merece um tapa na busanfa!



LÁ, LÁ, LÁ , LÁ ! Acho que eu vou voar! Ôh pessoa feliz!



Lululululululu - Tem até o pai de Luna!



É... tirando a macumba das invejosas!

Enquanto isso eu danço! Já deram para perceber como estou feliz, né?!


{ 15 comentários... read them below or Comment }

  1. EI! ESSA IMAGEM DE FELIZ NIVER CAST-KUN! FUI EU K FIZ111! E CRÉDITOS ?? N PODES USAR A IMAGEM DOS OUTROS!!! ORIGINALIDADE TBM SE USA!

    ResponderExcluir
  2. achei super hilario!é como que a sua fic fosse um manga é as vezes tem fillers,so pra distanciar o final.mas eu achei muito engraçado o "iih o flamingo escandaloso!a irmã do babaquiel!"kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Ah Euphi voltou *w* To muito contente agora u.u

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voltei não. É só pelo aniver do Castiel.

      Excluir
    2. Ai . Essa doeu T.T Vai demorar pra voltar?To com saudades da dona Euphi *~*

      Excluir
    3. Ah tudo bem eu entendo ^^ Mas espero você voltar entao e.e

      Excluir
  4. Volte Euphi não pare a fic nããão *~*

    ResponderExcluir
  5. olha eu queria digitar , queria postar umas coizas, sera que vc poderia me adc no msn ? chantylada@htomail.com , dai se me envia a respsota adorei mt mt o que vc fez S2 e queria continuar publicando .

    ResponderExcluir
  6. adorei faz mais estou a espera de outras XD.

    ResponderExcluir
  7. nossa adorei kkk ^^' a cena ali encima tbm kkk ri pra caramba kkk

    ResponderExcluir
  8. muito irado o episódio, gostei msm, não para d escrever não!

    ResponderExcluir
  9. Adorei o vídeo vc colocou muito legal o episódio

    ResponderExcluir

Por favor não me cobrem quando irei postar.
E por favor respeitem as opiniões e não comentem coisas que podem ser construtivas, pois elas soam como critica.
Obs: Essa ideia é protegida pela lei 9610 de 19/02/1998, qualquer cópia ou rescrição da mesma como plágio, repete a punição conforme consta em lei.
Ou seja, eu sou a criadora, eu sou a única dona.

- Copyright © Amour Glacé - Date A Live - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -